18+ | Jogue com responsabilidade | Termos e Condições Aplicáveis | Conteúdo comercial | Somente para novos clientes

O Euro 2004 faz 20 anos: Como Portugal morreu na praia

- O Euro 2004 faz 20 anos: Como Portugal morreu na praia

Início Desafiador

No dia 12 de junho de 2004, Portugal e Grécia abriram o Euro 2004 no Estádio do Dragão, no Porto. Os anfitriões começaram com dois golos de desvantagem para os visitantes, apenas marcando perto do final através de Cristiano Ronaldo.

Revolução na Equipa

A derrota inicial levou Luís Filipe Scolari a uma reformulação na equipa, com muitos jogadores do FC Porto, vencedores da Liga dos Campeões, sendo escalados. As vitórias sobre Rússia (2-0) e Espanha (1-0) garantiram a passagem de Portugal para a próxima fase junto com os gregos, que avançaram após empate com os espanhóis (1-1) e derrota para os russos, beneficiando da derrota espanhola na última partida.

A Final Desoladora

Após eliminar ingleses e holandeses, Portugal enfrentou novamente a Grécia na final. Apesar do favoritismo, os portugueses não conseguiram superar o revés do primeiro jogo. Na final, Angelos Charisteas marcou aos 57 minutos após um canto, garantindo a vitória grega por 1-0.

Desfecho Amargo

Portugal não conseguiu recuperar emocionalmente, vivendo com o medo de cometer erros decisivos. O apito final de Markus Merk selou a vitória grega, enquanto Portugal enfrentava a frustração e a tristeza de perder a final em casa para os mesmos adversários.

Vivaposta
317 articles