18+ | Jogue com responsabilidade | Termos e Condições Aplicáveis | Conteúdo comercial | Somente para novos clientes

Presidente da FIFA aplaude sanção a adeptos por comportamento racista contra Vini Jr.

Vini Jr racismo

Infantino elogia avanços no combate ao racismo

O presidente da FIFA, Gianni Infantino, elogiou na segunda-feira, dia 10, a condenação de três indivíduos por atos racistas contra o avançado do Real Madrid e da Seleção Brasileira, Vinícius Júnior. Num veredicto histórico, três adeptos do Valencia foram condenados a oito meses de prisão por utilizarem linguagem racista no estádio Mestalla, em maio de 2023.

Propostas da FIFA contra o racismo em destaque

No congresso da FIFA, realizado a 17 de maio, na Tailândia, foram apresentadas diversas propostas para combater o aumento de ataques racistas durante os jogos. Entre elas, destaca-se a solicitação para que todos os países incluam sanções criminais para atos racistas nas suas legislações. Além disso, cada uma das 211 federações será obrigada a incluir sanções nos seus códigos disciplinares, podendo até mesmo levar à eliminação de campeonatos, assim como despromoções.

Ênfase na importância da condenação

O Real Madrid celebrou a decisão judicial nas redes sociais, destacando o seu papel de liderança na luta contra a discriminação racial. Vinícius Júnior também se manifestou, reforçando a sua posição combativa contra o preconceito. O jogador agradeceu o apoio do clube merengue e da liga, sublinhando a importância da condenação histórica como um avanço na sensibilização sobre o tema.

Luta contra o racismo como prioridade

Por último, o avançado concluiu a sua declaração afirmando que a condenação não foi apenas em seu nome, mas em prol de todos aqueles que lutam contra o racismo. Destacou a importância de fazer os racistas sentirem medo e vergonha, demonstrando a sua determinação em continuar a lutar. Enquanto se prepara para a Copa América nos Estados Unidos, Vinícius ressaltou que ainda há muito trabalho a ser feito.

Vivaposta
227 articles