18+ | Jogue com responsabilidade | Termos e Condições Aplicáveis | Conteúdo comercial | Somente para novos clientes

Vitória Guimarães: História e conquistas do clube em Portugal

Vitória Guimarães - Vitória Guimarães: História e conquistas do clube em Portugal

O árduo caminho do Vitória Sport Clube

Foi a 22 de setembro de 1922 que António Macedo Guimarães, futuro Presidente do clube, fundou o Vitória Guimarães. Em 2023, este clube começou a entrar em diversas competições, mas, durante alguns anos, não conseguiu conquistar nenhum prémio. Esta situação e a crise económica que a cidade de Guimarães atravessou, impediu a participação em diversas provas.

Apenas 10 anos depois, em 1932, o clube consegue inaugurar o Campo do Benlhevai. É aí que começa a participar novamente em competições, evoluindo de forma positiva e tornando-se no clube que hoje conhecemos.

Com mais de 100 anos de história e com o I Rei de Portugal, Dom Afonso Henriques, representado no seu emblema, os jogadores do Vitória Sport Clube são intitulados de “conquistadores” por serem “homens destemidos que lutam bravamente pelos seus objetivos”.

O branco e preto são as principais cores do clube. Estas passam a mensagem de que todos são bem-vindos, independentemente da sua raça e estatuto social.

Ao longo destas 10 décadas, o Vitória Guimarães, ou Clube do Rei como também é chamado, tem vindo a destacar-se no mundo do futebol. Nos dias de hoje, o clube tem lugar garantido como um dos principais clubes em todo o país.

O futebol é a modalidade com maior presença no Vitória de Guimarães. No entanto, existem outros desportos que se destacam, nomeadamente o voleibol e basquetebol.

Além destas, o clube tem outras modalidades: andebol, atletismo, boxe, kickboxing, eSports, jiu-jitsu, judo, MMA, natação, polo aquático, taekwondo, ténis de mesa, xadrez e automobilismo.

Continue a ler e descubra tudo acerca dos títulos, jogadores, hino e mascote do clube.

Os jogadores que alavancaram o Vitória Sport Clube

A técnica, empenho e amor dos jogadores pelo desporto são características que determinam o sucesso de um clube.

Foram muitos os jogadores que passaram pelo Vitória Guimarães e, alguns deles, deixaram a sua marca pelo notável trabalho desenvolvido. Quando se pensa em Vitória Sport Clube, é inevitável pensar em nomes como

· Paulinho Cascavel. Considerado um dos melhores jogadores de ataque que já passaram pelo clube, conquistou 25 golos logo na primeira temporada. Sejam pênaltis ou remates com a bola em movimento, dentro ou fora da área, as bolas entraram sempre com precisão. Na época de 1986/1987 distingue-se por ser o melhor marcador, com 22 golos, ganhando o prémio individual “Bola de Prata”.

· Neno. Este é um dos melhores jogadores de todos os tempos do clube. Considerado o melhor guarda-redes que pisou o Estádio D. Afonso Henriques, Neno fez parte da equipa entre os anos de 1984 a 1985, 1988 a 1990 e 1995 a 1999. Durante estes períodos, Neno participou em 135 jogos e conquistou diversos prémios. Destaca-se a Supertaça Cândido de Oliveira em 1988, o 9º lugar no Campeonato Português de 1988/1989 e o 4º lugar em 1989/1990.

· N’Dinga. O nome do melhor jogador de meio-campo do Vitória Guimarães é N’Dinga. Jogador do clube dos conquistadores entre 1986 e 1996, não se distinguiu pela sua quantidade de golos (16 golos). A sua grande vantagem era a sua ótima forma física e desempenho em campo. Destaca-se pela grande ajuda que deu a levar o clube às apurações para a Copa da UEFA cinco vezes.

Também se destacam nomes como Flávio Meireles, Geromel, Ricardo Pereira, Dimas, Raphinha, Tapsoba, Pedro Barbosa, Pedro Mendes e Vitor Paneira.

Vitória Guimarães

Últimos jogos Vitória Sport Clube e melhores marcadores da temporada

Fique a par dos mais recentes jogos da equipa e dos principais marcadores desta temporada. Descubra quem tem sobressaído e como tem sido o desempenho geral da equipa. Mantenha-se atualizado com as últimas notícias e estatísticas do clube.

Jogadores lesionados no momento e as transferências na temporada

Nesta secção, vamos explorar os jogadores que estão lesionados no momento. Damos a conhecer também as transferências que ocorreram durante a temporada. Fique por dentro das últimas notícias e informações sobre a equipa, incluindo quais jogadores estão disponíveis e quais estão fora de jogo devido a lesões. Descubra também quais foram as transferências mais significativas e como elas podem afetar o desempenho da equipa a longo prazo.

Jogadores lesionados:

Transferências:

Os treinadores mais notáveis do Clube do Rei

São os jogadores que dão voz ao trabalho dos seus treinadores, refletindo o seu talento, táticas e estratégias. Em cada clube existem aqueles treinadores que conseguiram levar a equipa mais além e ficam marcados na história do desporto.

No caso do Vitória Guimarães, o treinador com mais destaque foi Rui Vitória, recentemente eleito o melhor treinador deste clube. Foi entre os anos de 2011 e 2015 que Rui Vitória treinou a equipa de futebol do clube dos conquistadores. Durante essa época conquistou a Taça de Portugal, vencendo o Benfica. Além disso, conseguiu duas vezes o apuramento do clube para a Liga Europa.

Jaime Pacheco é outro nome que elevou o Vitória Guimarães enquanto treinou o clube. Ainda que por pouco tempo (1996 – 1998), o treinador conseguiu tirar a equipa e futebol do fundo da tabela. Além disso, levou a equipa a realizar provas em competições europeias. Nos anos de 2005 e 2006, Jaime Pacheco volta a treinar o clube, mas os resultados foram negativos. O treinador foi, então, convidado a sair do seu cargo.

Algumas informações acerca do Vitória Guimarães

Em 1913, um grupo de estudantes criou uma equipa de futebol de seu nome, o Vitória. No entanto, é em 1922 que se inaugura, oficialmente, o clube. O seu fundador foi António Macedo Guimarães, primeiro Presidente do clube. Nesse mesmo ano, o Vitória Guimarães filia-se à Associação do Futebol de Braga.

· Presidente: Atualmente, o presidente do Vitória Guimarães é António Miguel Cardoso, eleito a 5 de março de 2022.

· Cores: Conhecido pelo clube do Rei ou clube dos conquistadores, o Vitória Sport Clube é representado pelas cores preto e branco. A palete de cores foi escolhida para mostrar que todos são bem recebidos, independentemente da sua raça ou estatuto social.

· Estádio: Um dos grandes símbolos é o seu estádio, nomeado estádio Dom Afonso Henriques. Este foi construído no ano de 1965 e remodelado em 2002/2003 para o Euro 2004. A sua capacidade é de 30.029 lugares e é aqui que se realizam os treinos e algumas das partidas de futebol nacionais.

Principais títulos do Vitória Guimarães

Durante os seus 100 anos de existência, o Vitória Sport Clube conquistou diversos prémios nas mais diversas modalidades. No que diz respeito ao futebol, estas foram os títulos conquistados pelo clube:

· 12 vezes Campeão Distrital de Braga

· 3 vezes Campeão do Minho

· 8 vezes Campeão Distrital de Braga em Reservas

· 1 Taça da AF de Braga

· 4 Taça de Honra da AF de Braga

· 1 Supertaça Cândido de Oliveira

· 1 Taça de Portugal

· 1 Quartos-de-final Taça UEFA

Principais músicas do Vitória Sport Clube de Guimarães

Desde a sua inauguração até aos dias de hoje, foram compostas diversas canções referentes ao Vitória Guimarães. Sejam músicas oficiais do clube ou músicas criadas por adeptos, estas são cantadas pelos seus membros e fãs tanto em estádio como noutros eventos associados.

A primeira música foi composta em 1932 e tem como foco o campo que foi inaugurado nessa mesma altura, o campo de Benlhevai. Com o nome de “Vamos Gritar, Vitória, Vitória!”, o primeiro hino do clube dos conquistadores surge no ano de 1986. Este é um clássico escrito por Dino Freitas, que foi ouvido e cantado pelos adeptos nos anos 80 e 90. Esse mesmo compositor cria, nessa mesma época, o hino europeu “À conquista da Europa”.

Em 2016 foi criada a música “Sou Vitória”, que é a melodia ouvida atualmente em estádio antes de qualquer partida começar. No entanto, o Vitória Guimarães não possui um hino oficial. Alguns dos seus sócios consideram que chegou a altura de escrever uma nova música ou eleger uma já presente no portfólio como hino do clube. Mas, para isso, são os diretores que a devem eleger oficialmente.

Quem quiser ouvir as músicas do clube do Rei, existem diversos sites e plataformas que as possuem, como é o caso do Youtube e do Spotify.

A história do Estádio D. Afonso Henriques

Depois da passagem por três campos diferentes, o Vitória Guimarães conquista o seu primeiro estádio: o Estádio Municipal de Guimarães. Este é inaugurado em 1965 e, situado no coração da cidade, é a casa do clube durante os 20 anos seguintes. Este estádio de 15 mil lugares, propriedade da Câmara de Guimarães até 1989, é cedido ao Vitória Sport Clube.

É em 1995 que a Assembleia Geral sugere a mudança do nome do estádio, surgindo, assim, o Estádio D. Afonso Henriques, em homenagem ao I Rei de Portugal.

A grande inauguração do estádio acontece entre 2002 e 2003, com o objetivo de receber o Euro 2004. De 15 mil para 30 mil lugares sentados, o ambiente do estádio remonta para um torneio medieval, desde as cadeiras às casas de banho e bares. São diversos os símbolos que transportam os adeptos ao passado: o Castelo de Guimarães, escudos, capacetes e espadas.

Em 2015, o estádio celebrou os seus 50 anos de existência e continua a mostrar a admiração pelo I Rei e fundador de Portugal, figura que foi adotada como símbolo oficial do Vitória Sport Clube de Guimarães.

Recentemente, com o falecimento do guarda-redes Neno, o clube anuncia a mudança do nome de uma das bancadas em homenagem a este grande atleta. Agora, a bancada nascente irá chamar-se “Bancada Neno”.

Adeptos famosos do Vitória Guimarães

Conhecidos como os “mais bairristas de Portugal”, os adeptos do Vitória Guimarães aparecem sempre em grande número em todos os jogos. Este feito torna este o quarto clube com mais adeptos em Portugal, assim como o quarto com mais assistências em jogos.

Mas não só de adeptos se fazem os apoiantes das equipas de futebol. Além destes, cada clube conta com diversas claques e grupos que ocupam posições estratégicas nas bancadas. Atualmente, o Vitória Sport Clube conta com três claques: “Insane Guys”, “White Angels” e “Suspeitos do Costume”.

As suas claques são conhecidas por serem bastante ativas onde, por um lado, fazem angariações de fundos e, por outro, criam situações problemáticas ao nível do futebol. No que diz respeito aos grupos, este clube conta com cerca de oito, fundados entre os anos de 1922 e 2013.

Super Afonso: a mascote do Vitória Guimarães

É no ano de 2016 que o Vitória Sport Clube de Guimarães anuncia a sua nova mascote: o Super Afonso. Com uma imagem mais divertida do I Rei de Portugal, símbolo do clube, esta mascote foi criada para atrair a atenção dos mais pequenos. O seu objetivo é transmitir os valores do clube: bravura e determinação, mas sempre de forma mais divertida.

Um dos momentos que deu mais destaque ao Super Afonso foi a sua brincadeira referente ao “Jubas”, a mascote do Sporting. Foi através de um vídeo no Facebook que a mascote do Vitória Guimarães mostrou a sua solidariedade para com o seu adversário Jubas, aquando do seu castigo.

O “Afonsinho”, como lhe chamam os mais pequenos, venceu o Prémio Mascotes da Liga de Portugal. Este prémio tem como fim a promoção de ações solidárias e campanhas promocionais realizadas pelas mascotes de cada clube português.

Conclusão

Em setembro de 1922 nasceu o clube que veio dar alegrias à cidade de Guimarães. Apesar do seu início complicado e da passagem por uma crise económica, o Vitória Guimarães conseguiu dar a volta. Foi evoluindo de forma positiva e, atualmente, compete com os três principais clubes portugueses.

A conquista de diversos títulos nas mais variadas modalidades, fez com que o Vitória Guimarães fosse aumentando a sua potencialidade. O clube foi consagrado 12 vezes Campeão Distrital de Braga, um título importante visto que o seu maior adversário é o Sporting Clube de Braga. De modo geral, o clube dos conquistadores já assegurou cerca de 30 títulos ao longo dos seus 100 anos de vida.

O maior símbolo deste clube é a figura do I Rei de Portugal, D. Afonso Henriques, que se encontra em diversos elementos do clube, como o emblema, o estádio e, até, a mascote. As suas cores preto e branco mostram que todos são bem-vindos, não interessa a raça nem o estatuto social de cada um.

No que diz respeito à música, são diversas as que foram compostas para mostrar a paixão dos adeptos pelo clube do Rei. Para além dessas, foram criadas as músicas oficiais, duas delas cantadas como hino. Apesar de não ser oficializado, a sua música “Sou Vitória” é cantada antes de qualquer partida começar.

Finalmente, o Vitória Guimarães é conhecido por ser o quarto clube com mais adeptos, logo a seguir aos três principais clubes nacionais. Além disso, é também o quarto clube com mais assistências de adeptos em estádio.